Notícias Recentes

Arena Cross abre temporada 2021 em Caraguatatuba (SP) com provas eletrizantes

Anthony Rodriguez (Pró), Pepê Bueno (AX2), Kevyn de Pinho (65cc) e Heitor Matos (#300) são os vencedores da primeira etapa.

A temporada 2021 do Arena Cross começou a todo vapor em Caraguatatuba (SP). A cidade no litoral Norte de São Paulo recebeu neste sábado (25/9) a tradicional competição do off-road nacional que está na 23ª edição. O evento, realizado no estacionamento do Serramar Shopping, marcou a volta do público nas etapas. Com número de ingressos reduzidos - trocados por alimentos para doação - de acordo com os protocolos de saúde e segurança, e uso de máscaras os fãs compareceram às arquibancadas para assistir de perto às vitórias de Anthony Rodriguez (Pró), Pepê Bueno (AX2), Kevyn de Pinho (65cc) e Heitor Matos (50cc). Com duas corridas, a categoria Pró teve o venezuelano Anthony Rodriguez (KTM) como vencedor na geral e líder do campeonato com 37 pontos. Ele faturou a segunda prova e o brasileiro Hector Assunção (Honda), a primeira. Ambos iniciaram a noite com a disputa do Duelo 1x1, no qual logo no início os dois se chocaram e foram ao chão. Rodriguez levou a melhor e ganhou dois pontos na classificação do campeonato. Hector garantiu um ponto. Na primeira bateria da Pró, o português Paulo Alberto (Yamaha) saiu na frente, seguido de Rodriguez. Ambos sofreram uma queda e o equatoriano Jetro Salazar (Honda) assumiu a liderança. Mas foi por pouco tempo, porque Assunção ultrapassou o companheiro de time e venceu a disputa. “Estou contente com a minha pilotagem e foi uma corrida muito boa. É apenas o começo, vou seguir treinando para vencer as próximas”, ressalta o campeão do Arena Cross em 2019. Já na segunda corrida da Pró, o também piloto da Venezuela Humberto Martin (Husqvarna), o Machito, fez o holeshot e travou um duelo com Rodriguez, que cruzou a linha de chegada na frente. “Gostei muito dessa prova. Cresci com o Machito e evoluímos juntos. Tive problemas na primeira corrida quando eu caí, mas consegui voltar e fazer uma boa bateria final”, diz Rodriguez. Outra corrida que começou intensa foi a AX2. Gabriel Andrigo (KTM) largou na frente, mas foi pressionado e ultrapassado por Pepê Bueno (Yamaha), que venceu a prova e subiu no lugar mais alto do pódio na categoria. “O Arena Cross é uma prova que você não pode cometer erros. Mantive a calma, tenho treinado bastante e voltar a vencer é bom demais. Cresci dentro desse campeonato, onde corro desde 2005. Estou muito feliz com essa vitória”, evidencia Bueno. Pela 65cc, para crianças de sete a 12 anos, o destaque ficou com Kevyn de Pinho (KTM), brasileiro que mora nos Estados Unidos, que saiu na frente e se manteve na ponta até cruzar a linha de chegada. “Fiz uma largada boa com o meu irmão [Kayki]. A pista é bem diferente onde a gente anda lá fora no Motocross e Supercross”, conta o vencedor. A segunda e terceira colocações ficaram com Gustavo Torres e Gabriel Cirino, respectivamente, seguidos de Matheus de Oliveira e Kaiky de Pinho.


A corrida da categoria 50cc, para pilotos de cinco a nove anos, abriu a temporada do Arena Cross 2021 cheia de emoções. Alicia Sagai, a única menina da competição, fez o holeshot, andou na ponta durante a metade da prova e mostrou muita habilidade. Ela foi ultrapassada por Heitor Matos, que venceu a prova. “Quero agradecer meu professor Machito, meu pai e todo mundo que me apoio”, diz Matos. A segunda colocação ficou com Lucas Valar, seguido de Guilherme Buozi. Jonnas Azzi e Bruno Celico completaram o pódio na quarta e quinta posições, respectivamente. Alicia Sagai sofreu uma queda e terminou em décimo lugar. “Cansei um pouco durante a corrida. Agora é treinar mais para conseguir vencer no Arena Cross”, declara Alice.

Este é o quinto ano que Caraguatatuba recebe o Arena Cross. “É o primeiro grande evento da nossa retomada. Já se tornou tradição, porque a população espera esse evento aqui. É o início de outros que vamos receber nos próximos meses, com objetivo de atrair pessoas, movimentar a nossa economia, sempre com segurança e respeitando as regras sanitárias”, declara Aguilar Junior, prefeito de Caraguatatuba. O Arena Cross 2021 tem patrocínio da Honda, Pro Honda, Monster Energy e copatrocínio da KTM. O apoio é da Prefeitura Municipal de Caraguatatuba, Serramar Shopping, revista Pró Moto, revista Dirt Action e Moto Channel Brasil. A supervisão é da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM). A realização é da Romagnolli Promoções e Eventos e Linem (Liga Nacional de Esportes a Motor). 1ª etapa - Arena Cross 2021 Caraguatatuba (SP) Resultados – Cinco primeiros Soma Corridas Pró 1º - Anthony Rodriguez #127 – 37 pontos 2º - Hector Assunção #30 – 34 pontos 3º - Jetro Salazar #60 – 32 pontos 4º - Humberto Martin “Machito” #101 – 30 pontos 5º - Fabio Santos #38 – 21 pontos 1ª Corrida Pró 1º - Hector Assunção #30 2º - Jetro Salazar #60 3º - Anthony Rodriguez #127 4º - Humberto Martin “Machito” #101 5º - Fabio Santos #38 2ª Corrida Pró 1º - Anthony Rodriguez #127 2º - Humberto Martin “Machito” #101 3º - Jetro Salazar #60 4º - Hector Assunção #30 5º - Paulo Alberto #1 Corrida AX2 1º - Pepê Bueno #97 2º - Gabriel Andrigo #10 3º - German Bratschi #146 4º - Leonardo Souza #45 5º - Renato Paz “Muguinho”#4 Corrida 65cc 1º - Kevyn de Pinho #52 2º - Gustavo Torres #712 3º - Gabriel Cirino #81 4º - Matheus de Oliveira #5 5º - Kaiky de Pinho #51 Corrida 50cc 1º - Heitor Matos #300 2º - Lucas Valar #32 3º - Guilherme Buozi #274 4º - Jonnas Azzi #17 5º - Bruno Celico #91

NOTÍCIAS

ARENA CROSS 2021 - OK-01.png